08 novembro 2010

Terça rima com... Jeans?


Aproveite com as mãos ocupadas, caro gafanhoto! Só não mele o teclado depois... com nutella,
lanchando, claro. Afinal, nenhum de nós tem segundas intenções aqui.
(imagens : google )
Ok, agora vai estudar e seja alguem na vida :D

Veja o resto aqui..

Descubra a verdade DILMAVEZ



Não me posiciono em momento algum a favor de um ou outro partido político, considerem este texto de um cidadão imparcial.
Por um lado, Dilma Roussef, assim como Michele Bachelet, foi presa durante sua luta pela democracia. Muito diferente dos seus candidatos demotucanos, eis que os demos participaram da ditadura e até das torturas, enquanto que os tucanos simplesmente fugiram e esperaram a democracia cair no colo, fruto da luta e sofrimento de pessoas como Dilma Roussef.Um fato que todos temos de aceitar é que Dilma, não diferente de grande parte da massa brasileira, lutou, sofreu, e mostrou garra por ideologias consideradas ou não por nós, ideais. É um exemplo de PRESERVERANÇA
Recentemente surgiram suposições sobre o passado terrorista de Dilma, ou Estela, como seria seu suposto codinome-guerrilheiro. Muitas a descreveram como assaltante, sequestradora, até memso assassina. Bom, e quanto a verdade? Este que vos escreve realizara uma pesquisa a fundo ( leia-se googleou ) a respeito da ''vida de Estelices'' da nossa querida Presidenta; eis os fatos: Segundo fontes não-oficiais, esta seria a ficha criminal de Dilma durante a ditadura, observem atentamente aos Assaltos, e a referência ao VAR-Palmares ( grupo a que dilma pertencia ) Diz-se que estes '' guerrilheiros '' ou militantes '' pela paz ''chegaram a assassinar uma centena de pessoas durante o periodo negro da ditadura. Dilma afirma com veemência que a ficha é falsa pois alega que mandou pesquisar no DOPS se lá existe ficha similar. Estranhamente as fichas que existem em diversos arquivos não estão disponíveis para consulta. Só Dilma Rousseff teve acesso às mesmas.

Quando o jornal que publicou a ficha foi aos arquivos para fazer pesquisa mais minuciosa, o acesso lhe foi negado. Consta que, por ordem de Dilma. Os famosos arquivos da ditadura continuam indisponíveis para pesquisa pois a esquerda teme que a verdade venha a tona ;
Mais relevante do que discutir quem foi Dilma e se sua ficha criminal de terrorista que circula no ciberespaço é verdadeira ou falsa, é avaliar a Dilma Rousseff de hoje, ícone da esquerda medíocre que tomou o país, ministra e candidata a sucessão de Lula.

Dilma era a opção menos desastrosa que toda esquerda reunida poderia apresentar como candidata à sucessão de Lula. O chamado plano “D”. “D” de desespero.

Lula a promoveu a Mãe do PAC, mas o programa não decolou. É um fracasso por incompetência administrativa e está eivado de corrupção e irregularidades. Partiram então para o plano “E”. “E” de estelionato eleitoral, prometendo ao povo um milhão de moradias.

O programa também está emperrado e desde que foi lançado já se sabia que seria apenas uma peça publicitária e mais uma promessa não cumprida.
EM SUMO:
Não é possível tirar uma conclusão, devido à falta de provas e documentos. A menos que tenhamos acesso a entidades do governo reveladoras, não poderemos ter todos os fatos em mão.
Bom, caro internauta, o que nos resta fazer, é esperar, esperar, e torcer para um governo digno desse povo, o qual merece tanto quanto americanos, franceses e qualquer outro povo do mundo, um governo voltado aos desejos do povo, e não uma oligarquia como vivenciamos no século 20. Esperemos que Dilma, comunista ou não, guerrilheira, militante, ou não, tenha deixado seu negro passado para trás, pelo que parece, ao menos superficialmente, agora temos uma nova Dilma Rouseff, não mais Estela. Saudações verde-amarelas. Brasil!

Veja o resto aqui..